Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Estátua da Virgem Maria chora lágrimas de sangue novamente na Argentina

O fenômeno das estátuas da Virgem Maria que choram é comum em todo o mundo e vem acontecendo desde tempos imemoriais. O exemplo mais conhecido é o de uma estátua na Sicília. Conhecida como Madonna de Siracusa, essa figura chora desde 1953. Mas não é a única, existe na Macedônia, na Hungria, na Argentina e até nos Estados Unidos. Os católicos acreditam que Maria é a mãe de Jesus Cristo e portanto a mãe de Deus. Ao longo da história católica, alguns eventos sobrenaturais foram atribuídos ao poder de Maria. Quando a catedral francesa de Chartres foi queimada, apenas a relíquia de Maria, chamada "O véu da Virgem" , sobreviveu após ser protegida por três sacerdotes do calor e das chamas.

Diz-se também que a vitória na batalha de Lepanto, em 1571, foi graças à Virgem do Rosário. As lágrimas de Maria têm um significado especial para os católicos: ela chora não apenas pelos pecados do mundo, mas também pela dor que sofreu em sua vida terrena, conhecida como "as sete dores de Maria" . Essas dores, que incluem a crucificação e a morte de Jesus, são representadas por sete espadas que perfuram o coração ardente de Maria. Até mesmo o aroma floral de azeite e bálsamo evoca Maria, como é chamado "a rosa sem espinhos".

Dito isto, não é de surpreender que uma estátua chorosa de Maria se torne objeto de oração e devoção. E isso é exatamente o que aconteceu na Argentina, onde a estátua da Virgen de la Rosa Mystica, localizado em uma casa na cidade de província Metán de Salta, Argentina, voltou a chorar sangue, e é o 38ª vez.

Fenômeno inexplicável

Peregrinos se reuniram na casa da família Frias na cidade de Metan, noroeste da Argentina, para ver a estátua conhecida como a Virgem da Rosa Mística. A estátua tornou-se popular no início deste ano quando começou a chorar aparentemente com lágrimas de sangue  e sua dona Rosana Mendoza Frias, regravou o fenômeno sobrenatural.

No vídeo, você pode ver como uma espécie de líquido vermelho sai nos olhos da estátua. Rosana disse ao jornal local Informate Salta que ela recebeu a estátua da Virgem oito anos atrás, depois de ter sofrido um aborto espontâneo. Mas em abril de 2017, a estátua começou a "chorar sangue" pela primeira vez . Mas a coisa mais surpreendente é que esta é a 38ª vez e depois de postar a primeira foto nas redes sociais do fenômeno aparente, dez horas depois, havia 7.000 pessoas fora de sua casa.

Rosana explicou que o incidente mais recente da estátua chorando sangue veio quando ela orou pela saúde de sua mãe. Além disso, a estátua da Virgem da Rosa Mística tem sido associada a vários "milagres" , como uma mulher que teve um tumor de sete centímetros que desapareceu inexplicavelmente depois de visitá-la.

"Eu sempre digo às pessoas que aqui depende da fé, não de nós porque não fazemos nada, apenas abrimos as portas para eles virem e perguntarem, através dela Deus fará o milagre", explicou. Rosana

E graças a doações de peregrinos que visitam a Virgen de la Rosa Mystica, localizado na Calle San Lorenzo 522, Bº Granadero Diaz de Metán, Rosana tem sido capaz de construir um espaço para a estátua, como bem como proteger -la em uma urna de cristal. Até agora, as causas de sangramento são desconhecidos , mas o padre da Senhora e Virgin Freguesia Miracle Metán, Carlos Gustavo Castillo, disse cadeia Argentina Radio Cadena 3 descarta qualquer  tipo de manipulação ou que a família tenha qualquer interesse econômico

Embora também tenha indicado que não seria lágrimas, mas dois tipos de fenômenos, um mais compatível com sangue seco, e outro com a "consistência de um caramelo meio diluído" . Mas Castillo também foi prudente com o fenômeno, e explicou que na cidade de Salta choveu 20 dias apenas quando o "milagre" ocorreu , então poderia ser umidade .
Por outro lado, o site satírico cristão ChurchPOP especulou que a estátua poderia ter sido modificada para produzir líquido ou que alguém simplesmente manchava o sangue no rosto da Virgem da Rosa Mística. Teremos que esperar que uma investigação séria seja feita para conhecer a verdadeira origem das lágrimas de sangue, mas enquanto é um fenômeno inexplicável.

O que você acha das lágrimas de sangue da Virgem da Rosa Mística? Fenômeno sobrenatural ou existe alguma explicação lógica e racional?
Fonte
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                                                   Veja o Vídeo Abaixo:

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

A Sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) fotografa um enorme "objeto triangular" dentro de uma cratera na superfície de Marte!!

Muitas pessoas podem estar cansadas de ouvir sobre as estruturas marcianas descobertas através das imagens das sondas espaciais que estão sondando o planeta vermelho. Muitos associam tais estruturas ou edifícios com a erosão das rochas ou efeitos ópticos. Mas caçadores OVNIs e Aliens descobrem mais e mais imagens sugerem que Marte pode ter se extinguida a vida como nós a entendemos, também porque cúpulas misteriosas, pirâmides e outros edifícios são úteis para pensar que algo ainda existe em Marte e A NASA não quer que as pessoas saibam o que é.

O caçador de OVNIs Secureteam10 tropeçou no que é considerado um Jackpot de relíquias marcianas. O pesquisador descobriu em duas crateras não muito distantes uma da outra, o que parece ser um enorme objeto triangular e uma gigantesca cúpula. Os teóricos da conspiração argumentam que o objeto triangular poderia ser um OVNI triangular que caiu na cratera da superfície marciana. Este tipo de aeronave triangular foi avistado nos últimos tempos sobre cidades e bases militares próximas.


Os pesquisadores UFO também afirmam que a cúpula vista em uma das crateras visíveis nas imagens captadas pela sonda MRO da NASA, pode hospedar um ambiente artificial respirável criado por seres extraterrestres ou criado por nossas agências espaciais que poderia ter mantido o segredo por um longo tempo. Então surge a pergunta: que tipo de objetos são estes? Assista ao vídeo!
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                                                    Veja o Vídeo Abaixo:

sábado, 24 de novembro de 2018

Salva-vidas relatam busca por CRIATURA MISTERIOSA no mar de Itapuã, “Homem-Peixe”? ÁUDIO DO RELATO POR UM SALVA-VIDAS

Imagem Meramente Ilustrativa 

            CORREIO conversou com testemunhas; 'era parecido com Netuno', contou surfista

Mais de 100 pessoas presenciaram operação na praia em frente ao Hotel Catussaba 
(Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Pense em um ser grande, com cabelos compridos suficientes para cobrir o rosto e as costas. Na parte de trás do pescoço, barbatanas. No meio do mar de Itapuã, em Salvador, a criatura afundava e depois voltava à superfície, já em outro ponto da água. Por mais de três horas, em plena terça-feira (20), o ser não identificado vinha e voltava, deixando um acentuado odor de presunto fresco e um mistério no meio do caminho para banhistas e salva-vidas.

Não se sabe se era homem, se era peixe. Na dúvida, quem afirma ter presenciado a aparição de um fenômeno estranho na praia já decretou ao menos duas alcunhas: Homem-Peixe ou, pra quem gosta da resenha, Sereio (ou Tritão?) de Itapuã.

Pela alcunha e pela descrição, daria até para pensar que o Aquaman, herói dos quadrinhos que vive no mar e cujo filme será lançado no dia 13 de dezembro, aportou em águas soteropolitanas. Surreal ou não, há quem jure de pés juntos que encontrou alguém bem parecido com o cabeludo interpretado pelo ator Jason Mamoa.

Começou por volta de 11h de terça. Uma turista argentina abordou dois salva-vidas que trabalhavam perto do Hotel Catussaba. Ela alertou: tinha um corpo na praia. O cadáver – humano, diga-se de passagem – estaria boiando perto da costa. Foi aí que começou a saga dos dois profissionais, que saíram em busca de um cadáver e voltaram contando ter visto um homem estranho, quase sobrenatural.

Salva-vidas
Áudios de pelo menos quatro salva-vidas da região circulam em grupos de WhatsApp contando a mesma história: um homem cabeludo, com barbatanas, que afundava e voltava à superfície continuamente. A cena foi presenciada por cerca de 200 pessoas, entre hóspedes e funcionários do hotel, vendedores ambulantes e outros banhistas.

“Um tal de homem-peixe que está circulando na região”, anuncia uma das vozes nos áudios, tentando alertar salva-vidas e outros profissionais. Em seguida, outra voz masculina continua a história: o corpo apareceu na beira da praia – e era nítido que fosse um corpo. No entanto, a cada aproximação dos salva-vidas que tentavam resgatá-lo, o corpo sumia. Afundava de um lado, aparecia de outro. 

“Como a corrente está descendo sentido Farol de Itapuã, ele ia no sentido (Praia do) Flamengo (oposto) e voltava como se tivesse brincando com a gente. Parecia que tinha uma barbatana pequena atrás do pescoço”, narrou um.

Nunca era visto de frente – apenas com os cabelos cobrindo o rosto e as costas. “Gigante”, completa a voz. Ouça abaixo parte dos relatos.

Outro salva-vidas que acompanhou a situação disse que, da beira da praia, era possível ver quando o corpo ‘levantou’ a cabeça. Era como se fosse a cabeça de uma tartaruga, mas não era uma tartaruga. Na gravação, ele conta que, na hora, acreditou que fosse alguém vestindo uma roupa de mergulho. Numa nova subida, conseguiu avistar a cabeça e uma parte do dorso, que voltou a mergulhar. 

"Quando ele mergulhou, percebi que tinha uma pequena barbatana nas costas dele, bem colado com o pescoço, com a cabeça. Mas como eu pensei que fosse um mergulhador, imaginei que fosse um equipamento ou alguma coisa do tipo. Ainda falei com a senhora: 'não se preocupe, não, o rapaz está mergulhando e tal'", conta.

Num dos áudios, um salva-vidas chega a afirmar que um helicóptero do Graer foi acionado para auxiliar nas buscas. Em nota, no entanto, o departamento de comunicação da Polícia Militar nega a situação. "O Grupamento Aéreo da PM [Graer] não foi acionado para atender a ocorrência dessa natureza", diz comunicado.

Morto ou vivo
Em seguida, o corpo se afasta mais. No meio do percurso, foi possível ver mais do corpo. No áudio, o salva-vidas afirma ter avistado até o quadril do homem. Era um cara enorme, descreve. Mesmo com muito cabelo, a parte de cima da cabeça era careca. Naquele momento, teve certeza de que era um corpo.

Ele conta que entrou correndo na água, sendo seguido por mais um colega. Já no mar, o corpo aparecia e sumia várias vezes. Não tinha dúvidas: era um cadáver. Mas só aparecia de costas, com o cabelo cobrindo o rosto, mas a poucos metros de distância. Nunca dava para ver os pés.

Começou a fazer contas: com a maré tão forte, se fosse mesmo um cadáver, já era para estar sendo levado em direção ao Farol de Itapuã – não o contrário. “Mas esse cara ficou. Sei lá o que foi, irmão, uma parada que nunca presenciei em minha vida. Eu não sou supersticioso, só acredito vendo. E ontem eu vi”, narra. 

Perto do corpo não identificado, ele afirma ter visto uma tartaruga gigante. O bicho tinha uma cabeça “enorme, pretona”. No áudio, ele reforça: a tartaruga não era o cara. Quando o homem parecia finalmente vir em sua direção, a cerca de 10 metros de distância, ele começou a sentir um cheiro podre, de presunto fresco. 

“Nunca tive medo para fazer salvamento nenhum. Nunca hesitei por sensação de medo. Mas ontem eu tive essa sensação. A gente tinha a sensação de que estava sendo monitorado, observado por alguém. Vai entrar aí para as lendas, porque quem não viu não vai acreditar (...). Isso aconteceu mesmo. Foi uma coisa sobrenatural, irmão”, completa o salva-vidas, que diz trabalhar na área há 13 anos. 

O CORREIO conversou com um dos salva-vidas que presenciou a aparição. Ele confirmou ter gravado o áudio e que a situação aconteceu, mas não quis se identificar, nem dar entrevista.

Banhistas assustados
Funcionária do Hotel Catussaba, a professora Ana Paula Ramos, 36, foi uma das pessoas que presenciou a jornada dos salva-vidas e a aparição na praia. Ela participava de uma atividade de entretenimento na piscina do hotel, quando uma hóspede viu o que parecia ser um corpo se afogando. Nesse momento, todos que estavam no local foram para a areia tentar ajudar a orientar os salva-vidas.

Segundo ela, mais de 100 pessoas estavam na areia.

“O mar estava agitado e a gente estava preocupada em ajudar. Por isso, ninguém filmou, nem tirou foto, mas todo mundo viu”, destaca.

No início, ela chegou a pensar que era alguém praticando caça submarina.Só que, numa das “subidas” do ser não identificado, ela avistou o que realmente parecia ser um corpo. Em um dado momento, o corpo levantou – quase como se uma pessoa fizesse o movimento para deixar o mar, mas de costas para a areia. Pela aparência, ela via um homem de pele escura.

“Não vi o rosto, mas de onde eu estava realmente estava na dúvida para enxergar se era cabelo ou (se estava coberto por) algas. Rapaz, todo mundo ficou pasmo. Porque não era só uma pessoa. Todo mundo estava vendo, por isso todo mundo estava preocupado de alguém estar se afogando”. 

Como a correnteza puxava para o lado, ela também descartou a hipótese de tratar de um cadáver. Se fosse, porém, certamente seria levado na direção da correnteza. Ela também diz ter visto uma tartaruga perto do corpo, em algum momento. O animal passou pelo corpo, colocou a cabeça para fora da água e depois sumiu. “Eu sei identificar a tartaruga porque também mergulho. Aqui no hotel, todo mundo está impressionado. Todo mundo viu, mas ninguém sabe o que é”.

O jovem Ícaro Silva, 23, é outro que ainda não acredita no que viu. Surfista e vendedor de bebidas na praia, ele se preparava para cair no mar quando percebeu que um dos salva-vidas e duas mulheres tentavam avistar um corpo no mar. Diante da possibilidade de alguém ter se afogado, desistiu de procurar o melhor lugar para partir para as ondas e começou a prestar atenção no diálogo.

Foi quando o ser apareceu, perto da bancada de corais usada pelos surfistas. Era homem, com a água cobrindo o corpo da cintura para baixo. Ícaro também diz não ter dúvidas que percebeu uma barbatana entre o pescoço e as costas da pessoa.

“Até então, achamos que era um mergulhador, qualquer coisa desse tipo. Mas ele tinha uma barbatana que se movimentava muito rápido. Quando o salva-vidas ia para cima para pegar, ele sumia”, contou, ao CORREIO. 

De repente, o jovem, acostumado a encontrar tartarugas, golfinhos e cações, percebeu que nunca tinha visto nada daquele jeito. Passou a mão nos olhos, jogou água no rosto. Quando abriu novamente, continuava vendo a mesma cena. Disse a si: era aquilo mesmo.

“Eu só acredito vendo e, do jeito que eu vi, era parecido com Netuno, aquele jeito das costas. Não tem explicação. Ele nadava contra a corrente, brincando mesmo com os salva-vidas”, lembra, citando o deus romano do mar. 

Assim como os salva-vidas, Ícaro diz ter visto um homem cabeludo, com uma careca no topo da cabeça. Tinha a pele bronzeada – e as barbatanas eram da mesma cor da cútis. Foi um homem capaz de mudar até mesmo o clima no mar. Antes dessa confusão, a maré estava calma.

“Quando esse negócio começou a acontecer, parecia que ele fazia um redemoinho por baixo da água. Quando ele subia, dava para ver bem. O rosto nunca virava, foi o que me deixou intrigado”, completou o surfista. 

Na terça-feira, sentiu tanto medo que não entrou no mar. Só voltou para surfar nesta quinta-feira (22). A vibe, garantiu, já era outra.

Tartarugas
Coordenador da Salvamar, João Luiz Morais, porém, minimiza a aparição. Segundo ele, tratava-se de um grupo de tartarugas. Ele conta que, na terça-feira, por volta de 15h, o Salvamar foi informado de duas situações: além dos salva-vidas, um banhista ligou para o serviço afirmando ter visto um corpo boiando perto do Farol de Itapuã.

Para ele, a aparição de um ‘homem-peixe’ é fake (falsa). Um grupo de mergulho do Salvamar chegou a procurar pelo corpo na região do farol, mas não encontrou nada humano.

“O que o grupo de mergulho viu foi tartarugas. Tinha umas duas tartarugas juntas, bastante grandes, de um metro e meio. Nessa época, tem muitas. Dá muita sardinha e elas ficam perto da costa”, explica.

Ele também questiona o fato de que ninguém teria filmado a situação. Para João Luiz, trata-se de uma invenção. “Isso é realmente absurdo, coisa de ficção, monstro marinho. Às vezes, a pessoa está na praia e vê um vulto, saco plástico. Acontece. É aquele telefone sem fio: um diz uma coisa e todo mundo vai copiando”.

De fato, é comum que grandes tartarugas transitem na área das praias de Itapuã. De acordo com o biólogo do Projeto Tamar Alexsandro Santos, a tartaruga verde costuma se alimentar na região. Além disso, nessa época do ano, as tartarugas cabeçuda e de pente costumam desovar ali. Esses animais podem chegar a 1m e 1,10 m só de casco.

“A gente estava conversando que poderia ser uma tartaruga boiando para poder desovar ou duas tartarugas adultas copulando. Quando você vê as duas copulando, vai ver que uma afunda e a outra sobe do outro lado. Você acha que é a mesma, fica parecendo maior. Mas só daria para saber mesmo se tivesse algum vídeo”, pondera. Tanto a tartaruga de pente quanto a tartaruga cabeçuda podem copular na área.
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                         Abaixo o Relato sobre a Misteriosa Criatura

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

BOMBA: AVISTAMENTO DE OVNI NA TV AO VIVO DEIXA APRESENTADORA EUFÓRICA

Um espetacular avistamento de OVNI foi captado na televisão ao vivo na Argentina, deixando os apresentadores em um frenesi, sem saber o que era.
O OVNI foi visto no céu de Buenos Aires durante a apresentação de um telejornal da manhã. No próprio vídeo é possível ver, que os apresentadores estavam vendo o horizonte da cidade, quando a jornalista percebe o estranho objeto passando nos céus.
A Argentina é uma espécie de ponto de acesso para avistamentos de OVNIs, tanto que um “ponto de pouso” de OVNI foi construído no deserto, por um homem que alega que alienígenas lhe disseram para criar o local.
Fonte
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                                                   Veja o Vídeo Abaixo:

domingo, 18 de novembro de 2018

SOL ARTIFICIAL CONSTRUÍDO NA CHINA É 7 VEZES MAIS QUENTE QUE O SOL

Há alguns dias, a noticia que a China estava desenvolvendo um Sol Artificial, essa noticia ficou conhecida em vários lugares do mundo. 
Chegou a noticia que esse Sol Artificial poderia chegar uma temperatura de mais de 100 milhões de graus Celsius, quase sete vezes maior que o do núcleo do nosso Sol.
Isso quer dizer que os cientistas estão perto de resolver a encruzilhada de produzir energia através  da fusão nuclear, uma forma de energia diferente da fusão nuclear que usam atualmente todas as plantas nucleares. 
Ao contrário a das plantas já existentes, a produção de energia por fusão não deixa resíduos radio-ativos. 
Embora o projeto chinês levou todas os olhares do mundo, é tão só uma das muitas iniciativas que estão buscando gerar energia com fusão, um objetivo que só se consegue fazendo, poderia ser a alternativa para os combustíveis fosseis, cujo uso excessivo tem ao planeta um começo de uma catástrofe ambiental sim precedentes para toda a especie humana.

COMO FUNCIONA TODA ESSA ENERGIA?

Como o Sol e as estrelas, é uma reação nuclear na qual os núcleos são átomos, em geral o hidrógeno e seus isótopos (Deutério e Trítio), se unem para formar outro núcleo ainda mais pesado. Este fenômeno libera enormes quantidades de energia que poderia ser usada para mover cidades.

O problema é que se gerar essa fusão, vai requerer que tenha temperaturas muito altas, impossível de alcançar nas condições normais do Planeta Terra: O Plasma de hidrógeno onde ocorrem as reações de esquentar a 150 milhões de graus C - 10 vezes mais quente que o núcleo do Sol. 

 A Iniciativa maior é o Reator Experimental Termonuclear Internacional

É um projeto no qual 35 países da União Europeia, Estados Unidos, Japão, Coreia do Sul, Russia, China e Índia, financiaram a construção e o acordo foi em 2006.
Em Bruxelas, os participantes fizeram uma acordo que A União Europeia e a França contribuísse com  45% do custo total do reator, enquanto que os outros países poderia cada uma com 9% e o total ficou em 4.570 milhões de Euros.
Em meados de 2017, os construtores do projeto anunciaram que a metade da infra-estrutura necessária para o funcionamento do projeto estava pronta.
E que em 2025 a fusão nuclear seria uma realidade.
Por enquanto, o projeto chinês nem o internacional são os únicos. Em Massachussetts Institute Of Technology tem sua própria iniciativa.
A iniciativa é financiada por Breakthrough Energy Ventures, um fundo liderado por Bill Gates, Jeff Bezes, Michael Bloomberg e outros milionários.
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                                               Veja o Vídeo Abaixo:

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Algo estranho aparece no céu sobre Nebraska durante a tempestade

O vídeo abaixo mostra algo estranho no céu durante uma tempestade sobre Nebraska. 
Um objeto preto permanece relativamente imóvel no céu quando de repente ele dispara para o céu.
Já que os militares têm tecnologia muito à frente do nosso tempo é possível que eles estejam testando um novo dispositivo voador na tempestade ou poderia ser um OVNI carregando suas baterias? 
É muito estranho, alguém tem uma explicação decente?
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                                                   Veja o Vídeo Abaixo:

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

CONTATO: Cientistas detetam 72 sinais de rádio que podem ser de civilizações extraterrestres!!

A Universidade de Harvard já sugeriu em 2017 que o tipo de sinais agora detetados pode ter origem na libertação de energia de transmissores extraterrestres, que enviam naves espaciais com velas gigantes em viagens interestelares
A natureza do objeto que emite estes sinais é desconhecida mas “há muitas teorias, incluindo que podem ser assinaturas da tecnologia desenvolvida por vida inteligente extraterrestre”, admite o Instituto SETI dos EUA

Cientistas do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), da Califórnia, descobriram 72 sinais fora de comum quando analisaram um grande volume de dados (400 terabytes ou 400 biliões de bytes) relativos a ondas de rádio emitidas a partir de uma galáxia anã a cerca de 3000 milhões de anos-luz da Terra.

Os sinais de rádio, conhecidos por FRB (Fast Radio Bursts, Rajadas Rápidas de Rádio), foram detetados pelo Telescópio Green Bank, localizado na Virgínia Ocidental (EUA), depois de eliminados os sinais das comunicações sem fios para evitar interferências no aparelho. São brilhantes e rápidos, tendo sido descobertos pela primeira vez em 2007. Os cientistas da iniciativa “Breakthrough Listen” do Instituto SETI calculam que têm origem em galáxias distantes, embora não saibam ao certo o que as provoca.
Os sinais de rádio foram detetados pelo Telescópio Green Bank, na Virgínia Ocidental (EUA), que tem um diâmetro de 100 metros e é o maior radiotelescópio orientável do mundo 
FOTO GEREMIA

“A natureza do objeto que emite estes sinais é desconhecida”, afirma um comunicado do Instituto SETI, esclarecendo que “há muitas teorias, incluindo que estes sinais podem ser assinaturas da tecnologia desenvolvida por vida inteligente extraterrestre”. A “Sky News” recorda que, em 2017, cientistas de Universidade de Harvard sugeriram que os FRB podem resultar da energia libertada por poderosos transmissores construídos por civilizações extraterrestres, para enviar naves espaciais equipadas com velas gigantes em viagens interestelares.

Não se trata de imaginação demasiado fértil dos cientistas, porque há um projeto experimental da agência espacial japonesa (JAXA), a sonda IKAROS (Interplanetary Kite-craft Accelerated by Radiation Of the Sun), que pretende precisamente testar esta tecnologia. A sonda foi lançada em 2010 e é movida por uma grande vela solar quadrada com 800 metros de lado, um tipo de propulsão que usa a pressão da radiação solar sobre largos espelhos para gerar uma aceleração constante que permite à sonda alcançar grande velocidade.

É a primeira vez que é descoberta uma grande quantidade de sinais de rádio de possível origem extraterrestre. Há 41 anos, o astrónomo Jerry Ehman fez uma deteção fora de comum através do radiotelescópio Big Ear, da Universidade do Estado de Ohio (EUA), num grupo de estrelas da constelação do Sagitário chamado Chi Sagittarii.

Entusiasmado pela descoberta, o astrónomo escreveu “Wow!” a vermelho nos seus relatórios sobre a sua observação (ver foto), nome desde então adotado para designar aquele sinal, que nunca mais foi detetado, o que levou cientistas a atribuírem a uma civilização extraterrestre a origem do “Wow!”. Mas foi apenas especulação, porque nada conseguiram provar.
O famoso sinal “Wow!”, detetado por um radiotelescópio há 41 anos, parecia ter origem numa civilização extraterrestre, mas em 2016 descobriu-se que foi provocado pela passagem de dois cometas.FOTO BIG EAR RADIO OBSERVATORY AND NORTH AMERICAN ASTROPHYSICAL OBSERVATORY (NAAPO)


Só em 2016 é que Antonio Paris, investigador da Universidade de São Petersburgo, na Florida (EUA), descobriu que afinal o misterioso sinal tinha sido provocado pela passagem de dois cometas por aquele grupo de estrelas: o 266P/Christensen e o 335P/Gibbs. Os cometas estão envolvidos por uma espessa nuvem de hidrogénio que pode emitir ondas de rádio na mesma frequência que o radiotelescópio Big Ear detetou.

Mas nesse mesmo ano, o telescópio russo Ratan-600 detetou um forte sinal de rádio proveniente da estrela HD164595b, na constelação Hércules, a 95 anos-luz da Terra. Esta estrela possui pelo menos um planeta do tamanho de Neptuno e parece ter as condições adequadas para a emergência de vida. No entanto, os cientistas foram cautelosos e argumentaram que é necessário mais trabalho de investigação para saber ao certo se a deteção do sinal não passa de um erro ou é mesmo uma comunicação extraterrestre.

Entretanto, o Instituto SETI destaca também no seu comunicado que na deteção dos 72 misteriosos sinais de rádio foram usadas pela primeira vez técnicas de “machine learning” e um novo algoritmo desenvolvido na Universidade da Califórnia em Berkeley, “o que promete abrir novas oportunidades para identificar sinais provenientes de inteligência extraterrestre”.
Frank Drake, fundador do Instituto SETI, na Califórnia, criou em 1961 a famosa Equação Drake, que estima o número de civilizações extraterrestres na Via Láctea com as quais podemos ter hipóteses de comunicação.
GETTY

A utilização da Inteligência Artificial “mostra que pode exisitr grande quantidade de sinais de rádio adicionais que os nossos atuais algoritmos não detetam e pode ajudar-nos a perceber com mais detalhe o comportamento dos sinais de rádio FRB”, sublinhou Bill Diamond, presidente executivo do Instituto SETI.

Frank Drake, fundador deste instituto, criou em 1961 a famosa Equação Drake, que calcula o número de civilizações extraterrestres na Via Láctea com as quais podemos ter hipóteses de comunicar. Esse cálculo é feito a partir das estimativas da taxa de formação de estrelas na nossa galáxia, da fração de tais estrelas que possuem planetas em órbita, do número médio de planetas que potencialmente permitem o desenvolvimento de vida em cada estrela que tem planetas, da fração dos planetas com potencial para a vida que a desenvolveram, da fração dos planetas que desenvolvem vida inteligente, da fração dos planetas que desenvolvem vida inteligente e que têm vontade e os meios necessários para estabelecer comunicações, e do tempo esperado de vida para tal civilização.

Desde então, devido ao aumento exponencial da capacidade de observação dos telescópios e à deteção de um número crescente de planetas, algumas destas estimativas já são possíveis com um certo grau de consistência, mas outras continuam a pertencer ao domínio da especulação.

Os cientistas têm também criado escalas para classificar os sinais estranhos detetados pelos telescópios. A proposta mais recente surgiu em julho, quando um grupo de astrofísicos sugeriu na revista “International Journal of Astrobiology” a criação de uma nova escala chamada Rio 2.0, adaptada a partir de uma outra já usada, a Escala Rio.

A Rio 2.0 tem 10 graus – tal como a Escala de Richter para os sismos – em que o grau zero corresponde a “nada provável” e o grau 10 a “contacto direto”. Um dos seus objetivos é “conseguir alcançar um consenso na comunidade científica para a classificação de sinais potencialmente indicadores da existência de vida extraterrestre avançada”, afirma a proposta dos astrofísicos.
Mais um post by: EXTRATERRESTRE ONLINE

                                                Veja os Vídeos Abaixo: